Matérias mais cobradas na prova da OAB

Se você quer saber como passar na prova da OAB, precisa focar sua preparação nas matérias mais cobradas no Exame de Ordem e nós podemos te ajudar. No texto de hoje, vamos te dar um panorama dos conteúdos que caem nas 80 questões da primeira fase. Porém, é bom lembrar que o exame está dificultando a cobrança a cada edição, por isso, é importante contar com um curso OAB para alcançar a aprovação já na primeira tentativa. Assim, você estará pronto para iniciar a sua carreira de sucesso na área.

Mas então, vamos começar! Você sabia que 70% das reprovações da OAB são em razão de três matérias? São elas: Estatuto e Ética, Direito Processual e Direito Constitucional. Então, não cometa esse erro, foque seus estudos nessas disciplinas.

 

Disciplinas na prova da OAB

Antes de falar como passar na prova da OAB, você precisa saber que na primeira fase, o exame cobra questões de sete disciplinas. São elas: Direitos Humanos; Código do Consumidor; Estatuto da Criança e do Adolescente; Direito Ambiental; Direito Internacional; Filosofia do Direito; Estatuto da Advocacia e da OAB; Regulamento Geral e Código de Ética e Disciplina da OAB .

Dessa forma, precisamos destacar o já mencionado Direito Constitucional, que costuma aparecer em sete questões da prova. Pensando que você precisa acertar no mínimo 40 perguntas para ser considerado aprovado, gabaritar essa área já te deixa bem mais perto do seu objetivo. E os assuntos mais cobrados nesta disciplina são: Organização dos Poderes; Tutela Constitucional das Liberdades; e Dos Direitos e Garantias Fundamentais.

Além disso, outra matéria que também tende a aparecer em sete perguntas da OAB é o Direito Civil. E os seus três principais assuntos são: Direito Reais; Sucessão Testamentária; e Disposições de última vontade e contratos em espécie. Já o Direito Administrativo costuma aparecer em outras seis questões, os temas mais cobrados são: Serviços Públicos; Controle de Administração Pública; e Intervenção Estatal na Propriedade. Assim como, o Direito Penal e os seguintes assuntos: Crimes em Espécie; Teoria Geral do Delito; e Legislação Penal Extravagante.

 

Como estudar para a prova da OAB

Como já deu pra perceber, o conteúdo que precisa ser estudado é bem extenso, por isso, é indispensável contar com um preparatório OAB. Afinal, não basta apenas o conhecimento adquirido na graduação, é preciso fazer um estudo focado em como esse conhecimento é cobrado no Exame de Ordem. Então, vale a pena investir agora em um curso online OAB e garantir a aprovação já na primeira tentativa.

Além do cursinho OAB, você também precisa testar seus conhecimentos respondendo questões que já foram aplicadas anteriormente em outros exames. Assim, você tem uma prévia do que estará te esperando no dia da prova. Além disso, essa prática também serve como um termômetro para conferir como está o seu aprendizado no curso OAB. Por exemplo, se você está errando muitas questões de Organização dos Poderes em Direito Constitucional, já sabe que precisa revisar esse tema.

Mas é importante que você tenha uma rotina de estudos. Então, responda às questões diariamente. Na hora de praticar é importante que você não apenas consiga dizer qual é a resposta correta, como também consiga apontar os motivos das demais estarem erradas. Dessa forma, você evita errar uma pergunta por falta de atenção e pode frisar melhor o conteúdo na sua mente.

Também é interessante simular o dia da prova. Então, pesquise pela última prova da primeira fase do Exame de Ordem, faça o download e imprima. Depois disso, escolha um canto silencioso da casa e responda todas as questões. É importante deixar ao seu lado apenas uma garrafinha de água e um chocolate, e também, fazer poucas pausas. Também deixe o celular um pouco mais afastado cronometrando o seu tempo de resolução. Quando chegar ao fim, compare suas respostas com o gabarito oficial e veja quantas questões acertou. Anote seus resultados e repita essa prática depois de mais um mês de preparação no curso OAB.

Para ser aprovado é importante estudar de forma responsável, afinal, todo o conhecimento adquirido no preparatório OAB também servirá para o seu dia a dia de trabalho como advogado ou advogada. Então, pense que serão 80 consultas de novos clientes e não 80 questões de prova.